Notícias

Quarta, 24 Abril 2019

Diretores do MDS estarão em Salvador nesta quinta (25) para alinhamento do Projeto Futuro na Mão

Diretores do Ministério das Cidades (MDS), desembarcarão na capital baiana nesta quinta-feira (25), para alinhar e promover junto à Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre)

Diretores do MDS estarão em Salvador nesta quinta (25) para alinhamento do Projeto Futuro na Mão

Diretores do Ministério da Cidadania (MDS), desembarcarão na capital baiana nesta quinta-feira (25), para alinhar e promover junto à Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), o projeto Futuro na Mão: dando um jeito na vida financeira, que tem o objetivo de proporcionar conhecimentos e ferramentas de educação financeira às beneficiárias do Bolsa Família, atendidas nos Centros de Referências da Assistência Social (CRAS).

O encontro com representantes do Governo Federal acontecerá no auditório da Sempre, Avenida estados Unidos, Ed. Sesquicentenário, 50, às 9h, e contará com a presença do Secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza, Leo Prates, além de diretores e coordenadores da Sempre, dos CRAS, e representantes das equipes envolvidas com o Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho) e do plano Progredir.

Programação:

Pela manhã, será apresentado o Projeto de redesenho da Proteção Social Básica do município. (Projeto Salvador com Futuro na Mão e Elo Salvador-Ecossistema de Governança/Operação da gestão de benefícios Bolsa Família). A partir das 14 horas, será realizada uma roda de conversa com os técnicos dos CRAS formados pela iniciativa Futuro na Mão Diálogos "Eu, técnico PAIF. Eu, coordenador do CRAS no Futuro na Mão." - Espaço dedicado à roda de conversa com as equipes técnicas capacitadas nos ciclos de formação do Futuro na Mão, para esclarecimento de dúvidas sobre os desafios encontrados até o momento e as perspectivas com o novo projeto, além de apoio técnico à equipe da Gestão de Benefícios do Programa Bolsa Família.

Será debatida, ainda, a ação Diálogos "Eu, gestor PBF. Eu, operador PBF." - Espaço dedicado à roda de conversa com as equipes técnicas da Gestão de Benefícios do Bolsa Família com panorama do projeto Ecossistema de Governança/Operação e apresentação dos trabalhos municipais na gestão de benefícios, inclusive, das ações articuladas com a CAIXA.

De acordo com o titular da Sempre, Leo Prates, quinze unidades dos CRAS em Salvador já foram capacitados e iniciaram as oficinas. “Considerando a importância e que a temática Educação Financeira é crucial para as famílias de baixa renda, e que o público prioritário são famílias beneficiárias do Bolsa Família, Salvador incluiu também outros públicos, a exemplo dos beneficiários do Auxílio Moradia e Centros Pops, com a perspectiva é expandir o projeto e aumentarmos os beneficiários”, destaca.

FUTURO NAS MÃOS: DANDO UM JEITO NA VIDA FINANCEIRA

O projeto Futuro na Mão: dando um jeito na vida financeira, de autoria do governo federal, prevê fortalecer e desenvolver potencialidades das famílias beneficiárias de programas sociais a exemplo do bolsa família, BPC, Benefícios Eventuais, dentre outros, para uma melhor qualidade de vida a partir do planejamento financeiro e autonomia racional do uso dos recursos financeiros.

A metodologia consiste em oficinas práticas de cunho lúdico e participativo através de kits educativos que possibilita a compreensão da importância da Educação Financeira. Os CRAS são os responsáveis pela execução das oficinas através de treinamento específico ofertado pelo Ministério de Cidadania para atuação com os usuários do serviço.

Considerando a articulação municipal e desempenho destes no processo de formação, ocorreu uma conjuntura para que todos os CRAS sejam capacitados e o executem. Nesse contexto, Salvador foi selecionada para receber atenção diferenciada, na etapa de fortalecimento, consolidação e avaliação da ação Futuro na Mão.

O projeto apresenta uma característica inovadora por ser uma proposta palpável aos usuários dos CRAS, face a sua metodologia permitir a aplicabilidade no dia a dia, contribuindo para uma cultura de educação financeira e melhoria nas condições de vida das famílias de baixa renda.

Os critérios adotados para a definição dessas cidades foram: a existência ou planejamento de oferta do Programa Acessuas Trabalho; o atendimento pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (Paif) de, pelo menos, 100 famílias beneficiárias do Bolsa Família; e a inclusão das capitais e metrópoles. A intenção do ministério é ampliar gradualmente o acesso ao Futuro na Mão.

Foto: Clarice Castro/MDS

Deixe um comentário

Faça login para poder comentar. Login opcional abaixo.

Facebook

Twitter

Boletim Informativo

*Campos Obrigatórios

Instagram