Notícias

Sexta, 26 Abril 2019

Famílias beneficiárias do Bolsa Família aumentaram em 100% seu conhecimento financeiro

Famílias beneficiárias do Bolsa Família aumentaram em 100% seu conhecimento financeiro

Cerca de um ano após o lançamento do projeto federal "Futuro na Mão: dando um jeito na vida financeira", do Ministério da Cidadania (MDS), o saldo é positivo para as famílias beneficiárias do Bolsa Família atendidas nos Centros de Referência da Assistência Social em Salvador (CRAS) que receberam aulas de educação financeira.

"Houve um crescimento de 100% no conhecimento financeiro dessas pessoas", afirma Caroline Paranayba, diretora de benefícios do MDS, que esteve presente na Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), no Comércio, para apresentar os resultados da iniciativa, que contemplou 15 CRAS de Salvador, além de firmar nova parceria para extensão do projeto nas 14 unidades restantes. Dessa forma, a iniciativa contempla todos os 29 CRAS de Salvador, um dos 14 municípios escolhidos para receber o projeto.

Participaram do evento, o secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Léo Prates; a analista técnica de Políticas Sociais, Raianne Alcântara; a diretora de Proteção Social Básica, Emanuele Rodovalho; o subsecretário Decio Martins; além de coordenadores dos CRAS e técnicos da assistência social da pasta.

No processo foi identificado um aumento de 50% nas capacidades de poupar e reduzir o endividamento. "Salvador é uma metrópole com desafios importantes na área da pobreza", afirmou Caroline aos técnicos dos CRAS, que têm a missão de passar o aprendizado às famílias. Desde 2013, a capital baiana tem investido para melhorar os índices na assistência social. "Nos últimos anos, a capital baiana vem desenvolvendo e investindo nessa área, melhorando os números", finalizou.

Em decorrência desse protagonismo da Prefeitura, agora há a expectativa de alcançar todos os CRAS da cidade no prazo de dois anos, com prioridade garantida pelo MDS para o apoio técnico e envio de materiais didáticos às equipes de assistência social que vão trabalhar com as famílias em vulnerabilidade social. Em um mês, os representantes do MDS retornam à Salvador para novas capacitações.

Democracia nas finanças - Eliana Ferreira, de 36 anos, técnica do CRAS de Nova Esperança, vê o projeto Futuro na Mão como uma forma de democratização da educação financeira, assunto geralmente dedicado à grupos privilegiados da sociedade. "Educação financeira não é só para a elite, mas também para esse público mais vulnerável", afirma.

Ela foi um dos agentes que viajaram à Brasília no ano passado para aprender sobre o assunto e, depois, transmitir o conhecimento para as famílias assistidas pelos CRAS. "Foi uma oportunidade muito bacana, porque estávamos lá como sujeitos que também têm suas dívidas e contas", explicou.

O programa Futuro na Mão: dando um jeito na vida financeira já atendeu 200 mil famílias em todos os municípios de atuação, com 30 mil kits distribuídos na primeira fase. O projeto se divide na realização de três oficinas: Cofrinho da Família; Agenda da Família, Carteira da Família.

Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

Deixe um comentário

Faça login para poder comentar. Login opcional abaixo.

Facebook

Twitter

Boletim Informativo

*Campos Obrigatórios

Instagram