Notícias

Quarta, 09 Outubro 2019

Município dividirá regulação das UPAs com o Governo do Estado, revela Leo Prates

Leo Prates mostrou dados sobre expansão da atenção à saúde e revelou que o município vai gerir, em parceria com o Secretaria de Saúde do Estado da Bahia

O secretário de Saúde de Salvador Leo Prates esteve presente na Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa (Alba) nesta terça-feira, 8, para responder aos questionamentos dos deputados sobre a falta de medicamentos e vacinas em postos, falta de pagamento de médicos das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e o quadro de desvalorização dos servidores municipais, que segundo o deputado e presidente da Comissão Alan Castro (PSD), estão há quatro anos sem reajuste.

Leo Prates mostrou dados sobre expansão da atenção à saúde e revelou que o município vai gerir, em parceria com o Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o serviço de regulação das Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

Com essa união, os usuários passaram a contar com um número maior de unidades para atendimentos, e citou os encaminhados para unidades convencidas, a exemplo do Hospital Santa Isabel, responsável pelo um número alto de procedimentos através do Sistema Único de Saúde (SUS) e que, segundo o secretário, muita gente desconhece.

Secretaria de Saúde vai lançar aplicativo para o usuário acompanhar ambulância do Samu até sua casa

Leo Prates afirmou que irá lançar o projeto Samu Mais, que deverá desafogar o número de ligações para o 156, ramal utilizado para solicitar o atendimento via ambulância.

Com o Samu Mais, o usuário poderá acompanhar o deslocamento da ambulância até sua residência. "O usuário poderá monitorar o trajeto da ambulância, via Waze, que está mais perto de sua casa. Esse acompanhamento vai agilizar o atendimento e deixar o usuário mais tranquilo, e isso vai evitar que ele ligue várias vezes para o número 156, carregando a linha e impedindo outros atendimentos", afirmou Leo Prates.

Texto e foto: Raul Aguillar | Ag. A TARDE

Deixe um comentário

Faça login para poder comentar. Login opcional abaixo.

Facebook

Twitter

Boletim Informativo

*Campos Obrigatórios

Instagram