Notícias

Quarta, 27 Novembro 2019

Saúde orienta cuidado redobrado com leptospirose no período de chuvas

Esse ano, 30 casos de leptospirose foram confirmados na capital baiana.

Com as chuvas intensas que assolam a capital baiana nesta terça-feira (26), a Secretaria Municipal da Saúde alerta para o risco de contaminação por leptospirose. Isso porque, durante o período chuvoso, os rios, córregos e a rede esgoto podem transbordar, invadindo tocas de ratos e contaminando a água.

Para evitar a contaminação nesse período, a médica Adielma Nizarala alerta para que seja evitado ao máximo o contato direto com águas de inundações ou enchentes. Quem vive em áreas que ficam alagadas deve ter o cuidado redobrado, como sempre proteger o pé (com calçados ou até mesmo plástico), evitar contato com roedores (os principais transmissores), lavar bem os alimentos, ter cuidado com a água ingerida e evitar acúmulo de entulhos em terrenos baldios.

“As pessoas devem evitar ao máximo o contato com a água que fica empoçada ou de enchente. Se não houver botas e luvas, pode-se utilizar sacolas plásticas amarradas nas mãos e pés para não ter contato direto com a água suja. A água para consumo deve ser filtrada ou fervida. Os ambientes afetados devem ser higienizados com solução de água sanitária e de maneira alguma deve-se permitir que as crianças brinquem em águas de enchente”, destaca.

A especialista explica ainda que quem já entrou em contato com água suja deve ficar atento a sintomas como febre alta, dor de cabeça e dor muscular (principalmente na panturrilha), náuseas, vômitos, icterícia (cor amarelada da pele, mucosas e olhos) e diarreia. Após a contaminação, leva-se, em média, 15 dias para manifestar os primeiros sintomas.

“Os indivíduos que entrarem em contato com a água suja devem ficar atentos nos próximos dias com o aparecimento do quadro sintomático. Caso surja alguns desses sintomas, a orientação é buscar de imediato a rede de urgência e emergência, e informar ao médico que teve contato com água de enchente”, orienta.

Esse ano, 30 casos de leptospirose foram confirmados na capital baiana.

Deixe um comentário

Faça login para poder comentar. Login opcional abaixo.

Facebook

Twitter

Boletim Informativo

*Campos Obrigatórios

Instagram