Notícias

Sexta, 10 Maio 2019

Sempre e CMI traçam estratégias para fortalecimento de ações e políticas públicas em prol dos idosos

Na ocasião, o titular da Sempre, Leo Prates, e a presidente do CMI, Daniele Simões, debaterem as principais demandas e reivindicações desta população.

Sempre e CMI traçam estratégias para fortalecimento de ações e políticas públicas em prol dos idosos

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), reuniu-se nesta semana com representantes do Conselho Municipal do Idoso (CMI), com o objetivo de traçar estratégias, e fortalecer ações e políticas públicas em prol dos idosos residentes na capital baiana. Na ocasião, o titular da Sempre, Leo Prates, e a presidente do CMI, Daniela Simões, debaterem as principais demandas e reivindicações desta população.

Em 2018, o número de pessoas idosas aumentou 20,0% em Salvador, com relação a 2017. Conforme dados da recente edição sobre Características Gerais da População, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), com base em dados Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número passou de 366 mil para 439 mil, o que representou mais 73 mil idosos na população da capital baiana. Entre as capitais brasileiras, o aumento em números absolutos foi maior em Salvador com 6,8%, crescimento acima da média nacional, que é de 3,7%.

A presidente do CMI, Daniela Simões, ressaltou a importância da união do poder público com a sociedade civil para debater as temáticas urgentes e mais importantes relacionadas aos idosos. “Trata-se de uma população em crescimento, e, com isto, se faz necessário maior atenção e efetividade nas ações para melhoria das condições de vida destas pessoas”, salienta.

Segundo o secretário Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza, Leo Prates, melhorar a qualidade de vida para os idosos em Salvador, principalmente aqueles que vivem em situações de risco e vulnerabilidade social, é uma das prioridades da gestão. “São pessoas que muito já contribuíram na sociedade, e que necessitam de total atenção por parte do poder público. A prefeitura está atenta a demanda, e não mediremos esforços para atender às reivindicações propostas”, afirmou.

CMI
O CMI é um espaço institucional fundamental para a construção democrática das políticas públicas e exercício da participação e legitimidade social, sendo órgão deliberativo, fiscalizador, consultivo e normativo da Política Municipal do Idoso no município do Salvador. Dentre as atribuições, congrega esforços junto às instituições oficiais e da sociedade civil de atenção à pessoa idosa, afim de promover e defender os direitos da população idosa da cidade do Salvador e Ilhas.

Além de formular diretrizes para o desenvolvimento das atividades de proteção e assistência, o CMI presta atendimento a pessoa idosa quando há violação de direitos, os encaminhando a rede de proteção ao idoso; orienta as entidades que trabalham com programas, projetos, serviços em defesa da pessoa idosa; fiscaliza e monitora as Instituições de Longa Permanência para idosos, no controle social.

Deixe um comentário

Faça login para poder comentar. Login opcional abaixo.

Facebook

Twitter

Boletim Informativo

*Campos Obrigatórios

Instagram