Moções

Pesar pelo falecimento do Senhor Edivaldo Machado Boaventura

MOÇÃO Nº 102/2018

Pesar pelo falecimento do Sr. Edivaldo Machado Boaventura.

Faleceu em 22 de agosto de 2018, aos 84 anos, Edivaldo Machado Boaventura.
Boaventura nasceu na cidade de Feira de Santana, no dia 10 de dezembro de 1933. Após estudar, o secundário no Colégio Antônio Vieira, em Salvador, formou-se em Direito e Ciências Sociais, e obteve a livre docência pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Era também mestre e PhD em educação pela Universidade Estadual da Pensilvânia (EUA).
O professor, escritor e ex-diretor-geral do Jornal A TARDE, Edivaldo Boaventura, ocupava a cadeira 39 da Academia de Letras da Bahia (ALB) desde 1971. Deixou um grande legado, principalmente em favor da Educação e da prática do bom jornalismo.
Ele é autor de 40 obras literárias, entre elas “Castro Alves: um parque para o poeta”, “Jorge Calmon – o jornalista” e “A construção da Universidade baiana: origens, missões e afrodescendência”.
Em 2016, ele foi eleito membro da Academia de Ciências de Lisboa (Portugal).
Edivaldo Machado Boaventura deixa a mulher, Solange do Rego Boaventura, os filhos Lídia e Daniel Boaventura, e quatro netas. Solange e Edivaldo ainda eram pais de Pedro Augusto, já falecido.

CIENTIFICAR:
À Solange do Rego Boaventura – Rua Dr. José Carlos, 99/801. Edifício Parque das Mangueiras – Acupe de Brotas. CEP 40240-040. Salvador – Bahia.
Acionistas do Jornal A Tarde – Rua Professor Milton Cayres de Brito, 204 – Caminho das Árvores. CEP 41820-570. Salvador – Bahia.

Salvador, 22 de agosto de 2018.

LEO PRATES
Presidente da Câmara Municipal de Salvador

Facebook

Twitter

Boletim Informativo

*Campos Obrigatórios

Instagram