Trajetória

Trajetória de Leo Prates

Leonardo Silva Prates (Salvador, 5 de abril de 1978), mais conhecido como Leo Prates, é engenheiro eletricista e político brasileiro com posicionamento ideológico de centro. Formado em Engenharia Elétrica e Pós Graduado em Administração pela Universidade Federal da Bahia. Pai de dois filhos e casado com a sanitarista Ana Paula Pitanga Prates, Leo Prates foi vereador (2013 até janeiro de 2019) em Salvador, filiado ao Democratas. Durante o seu mandato exerceu o cargo de presidente da Câmara Municipal de Salvador no biênio 2017/2018. Em 2018 foi eleito deputado estadual.

Trajetória Política

Sua trajetória política começou no movimento estudantil, onde compôs os grêmios dos colégios Marista e Módulo. Leo Prates também participou do movimento estudantil na universidade. Além de ter sido assessor parlamentar de ACM Neto, durante oito anos, onde iniciou a militância no movimento da pessoa com deficiência, bandeira que segue defendendo na vida pública. No período de três anos foi assessor especial da Prefeitura de Salvador.

Presidente do Diretório Acadêmico de Engenharia Elétrica da Ufba;
Secretário geral do Diretório Central dos Estudantes - DCE da UFBA;
Fundou, com ACM Neto, o PFL Jovem - Bahia;
Tesoureiro PFL Jovem - Bahia;
Presidente PFL Jovem - Bahia;
Vice-presidente nacional da Juventude do Democratas;
Coordenação da campanha de ACM Neto à deputado federal em 2002, 2006 e 2010;
Coordenador político da campanha do deputado à prefeito em 2008.
Vereador eleito com 6.787 votos (2013-2016);
Vereador reeleito com 12.549 votos (2017-2020).


Trajetória na Câmara Municipal de Salvador


Assumiu seu primeiro mandato de vereador na Câmara Municipal de Salvador em 2013, eleito com 6.787 votos pelo Democratas, na coligação Pra Defender Salvador. No primeiro mandato, ocupou o cargo de vice-líder do Governo e líder do DEM, além de que em fevereiro de 2015, foi eleito para a presidência da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJ), durante o biênio 2015-2016. Neste mesmo período teve como desafio a relatoria do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Salvador. Em 2016, foi relator da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo (Louos).
Nas eleições 2016 foi reeleito para seu segundo mandato como vereador, com 12.549 votos, também pelo Democratas. Em 2017, o vereador já assume o novo mandato concorrendo à Presidência do Legislativo Soteropolitano, cargo para o qual foi eleito com 40 votos, dos 43 possíveis.

Presidência da Câmara Municipal de Salvador 



Em 2017, na sua segunda legislatura, foi eleito presidente da Câmara Municipal de Salvador, recebendo 40 votos do total de 43 vereadores. Em sua gestão à frente da casa legislativa de Salvador, Leo Prates retomou projetos de reaproximação entre a Câmara e a população como a Câmara Itinerante, o Educâmara e a Escola do Legislativo.
Sob a administração de Prates, foi realizado o concurso público para recompor o quadro de servidores efetivos com reserva de 30% das vagas para negros e 5% para pessoas deficientes.
Durante a presidência, Prates criou a Escola do Legislativo Péricles Gusmão Régis e viabilizou o ingresso da Câmara na União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), além de investir no aprimoramento do Processo Legislativo Eletrônico e reestruturação da Assistência Militar.
Prates ainda investiu na infraestrutura de comunicação da Câmara fortalecendo a TV Câmara e implantando a Rádio Câmara.


Deputado Estadual


Em 2018, Leo Prates disputou uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, sendo eleito deputado estadual, no dia 7 de outubro, com 55.018 votos (0,79% dos votos válidos), 25.854 votos em Salvador.

Facebook

Twitter

Boletim Informativo

*Campos Obrigatórios

Instagram